Guia de orientação de estudo

Guia de orientação de estudo

 

Luciana Nunes Vaccari Avi

Coordenadora Pedagógica

 

O objetivo deste guia é ajudar você se organizar, a encontrar o modo mais eficaz de estudar e aprender. Como o estudo e o aprendizado é algo particular, você encontrará diversas sugestões que podem ajudá-lo na sua rotina diária de estudo.

1º passo – Postura nas aulas

Prestar atenção nas aulas, copiar as anotações da lousa no caderno, tirar as dúvidas com o professor, não perder tempo com brincadeiras durante as explicações. TUDO ISSO FAZ PARTE DA POSTURA DE ESTUDANTE!

Se você conseguir pensar e acompanhar o raciocínio do professor, o estudo em casa será mais prazeroso e eficiente e a assimilação do conteúdo na memória será mais duradora.

LEMBRE-SE: manter a postura de estudante em sala de aula ajuda muito o estudo.

  • Dica: Anotações durante as aulas

Este recurso ajuda a selecionar o que é importante, chama a atenção na fala do professor e tem como objetivo servir de fonte de consulta para relembrar a aula.

Neste tipo de registro, é importante:

  • Selecionar as informações de acordo com o tema da aula;
  • Tentar registrar no caderno as informações centrais.

Se a sua dificuldade é selecionar as informações importantes para o estudo. CUIDADO! Repare se o registro está com as suas palavras, se está objetivo e fácil para compreender. Caso sinta que precisa de ajuda, procure pelo professor ou coordenador pedagógico. É sempre bom verificar se a estratégia está funcionando, antes mesmo da época das provas!

2º passo  – Tirar dúvidas

Tire as dúvidas assim que surgirem, aproveite o momento da aula e pergunte para o professor, assim que ele terminar o raciocínio.

Surgiram dúvidas fazendo tarefas ou estudando?

  • Dica 1: Anote as dúvidas para esclarecer com o professor na sala de aula. Quanto mais você tira a dúvida mais confiante você fica em relação ao conteúdo.
  • Dia 2: Você pode tentar tirar suas dúvidas com os colegas também. A troca de aprendizagem entre os colegas surte um resultado bem positivo.
  • Dica 3: Frequente os plantões de dúvidas oferecidos pelo colégio.

3º passo – Escolha do ambiente para estudar

Estude sentado em uma mesa com cadeira, mas, muito cuidado quando for estudar no quarto. A sua cama pode ficar chamando venha… venha…

Utilize um espaço ILUMINADO e silencioso.

  • Dica: Tem dificuldade para estudar em casa? Você pode estudar na biblioteca do colégio!

4º passo – Organização do material de estudo

É muito importante que seu material esteja organizado, completo e limpo.

  • Dica: a organização e limpeza da sua mochila, estojo e pastas facilita muito na hora do estudo, otimizando o tempo.

Ao realizar as tarefas no seu caderno, é necessário registrar:

  • Data e páginas do livro ou caderno de estudo.
  • Não deixe de fazer a correção quando necessário.
  • Não deixe páginas me branco.

As anotações na agenda escolar devem ser claras e precisas.

Ex:  História – páginas 102 e 103 para próxima aula.

Organização é essencial para um bom estudo!

5º passo – Entendendo o processo de memorização

Por que é tão importante estudar diariamente? Vamos entender o motivo conhecendo alguns tipos de memória:

Memória de curtíssimo prazo: é aquela que dura apenas alguns segundos. Usamos quando gravamos momentaneamente o número de um celular, ou um número qualquer.

Memória de curto prazo: é a capacidade para manter a informação ‘ativa’ e utilizá-la por um breve período de tempo (dura algumas horas ou dias). A informação desaparece rapidamente porque o cérebro a considera como “não merecedora do armazenamento”.

Memória de longo prazo: também chamada de memória de armazenamento, é a capacidade para reter a informação por um tempo indeterminado e utilizá-la sempre que necessário. Ela é ilimitada e resgatável.

Decorar bem diferente de Memorizar!

Estudar diariamente é muito importante para o processo de aprendizagem. Quando fazemos as tarefas no dia em que elas são passadas, revisamos o conteúdo trabalhado em classe. Desta forma, transformamos as informações em aula em aprendizado na memória de longo prazo.

Decorar é uma atividade de repetição mecânica; em geral é usada pela memória de curto prazo.

Memorizar envolve um armazenamento de informações em conjunto com o aprendizado. Memorizar é uma forma de aprender e assimilar.

A melhor forma para memorizar algo é executando.

Praticar, viver, relembrar aquilo que foi ensinado.

6º passo – Organização do tempo

O número de horas para estudar pode variar de acordo com a pessoa e com a disciplina a se estudada.

É importante ter em mente que o principal é a qualidade do estudo.

Equilibre seu tempo!!

  • Dica: Nosso dia tem 24h e podemos aproveitá-lo da melhor maneira possível sabendo distribuir nossas atividades.

Cuidado com o bicho chamado ‘Já vou’. O sintoma aparece quando a mãe fala : – Filho vai estudar! Ele responde: – Já vou!

Não dê moleza!! Procure cumprir os horários de estudo antes do horário das atividades de lazer.

  • Dica: Caso a sua atenção oscile com frequência. Quando você perceber que o estudo está rendendo menos, dê uma pausa de 5min a 10min.

Nesta pausa, você tem que usar para espairecer, se movimentar, se alimentar, tomar água.  Nada de computador, internet, celular, TV. Essas são coisas que vão prender sua atenção, e, provavelmente, você terá dificuldade para retomar o estudo.

 

Sugestão de organização do tempo/rotina

 

8º passo – Estudar antes das provas

O estudo antes da prova deve ser apenas uma revisão daquilo que você já estudou ao longo das semanas. Não deve ser, portanto, nenhuma surpresa.

Deverá ser um período tranquilo, sem estresse. Desespero é pra quem deixou de se preparar com o estudo diário!

  • Um dia antes da prova – Faça uma revisão daquilo que já foi estudado anteriormente. Seu cérebro tem que descansar para a prova do dia seguinte.

Lembre-se: Estudo é diferente de Revisão

Evite dormir tarde, garantindo uma boa noite de sono. Alimente-se com comidas leves, que favorecem o bem estar.

 

9º passo – Na hora da prova

  • Dica Básica – traga o material necessário: lápis, apontador, borracha, caneta azul, régua etc.

Procure manter a calma e tranquilidade.

Só inicie a prova quando se sentir seguro. Se estiver nervoso, controle a respiração, alongue os ombros e braços, até se sentir tranquilo.

Procure começar com as questões que você tenha facilidade. Isso vai lhe deixar seguro para as questões seguintes.

 

10º passo – Técnicas de estudos

 

Técnica de estudo 1

Conjunto de reelaboração

É a técnica, segundo especialistas da área, mais eficiente no aprendizado. Nela você é sujeito ativo do estudo.

Como fazer?

Primeiro você deve fazer uma leitura silenciosa do conteúdo, em seguida fazer uma leitura em voz alta ( pode parecer meio estranho, mas, isso funciona).

Depois de ler, grife as partes do texto que merecem serem destacadas, as partes que julga ser muito importante. Use cores diferentes para diferenciar definições, fórmulas, regras etc.

Após ter grifado, escreva em uma folha ou caderno de estudo, procurando REELABORAR os conteúdos grifados. A reelaboração consiste em relembrar os conteúdos destacados no texto ou até mesmo os dados em sala de aula.

Escreva, escreva com suas palavras porque isso estimula a memória e favorece o processo de memorização.

Após reelaboração, pegue o livro ou o caderno e acrescente as informações que você não conseguir lembrar.

  • Dica: Caso tenha dificuldade para reelaborar os conteúdos, inicie fazendo cópia das partes que você grifou.

A REELABORAÇÃO É MUITO CONHECIDA COMO RESUMO.

É muito importante também fazer o mesmo nas matérias de EXATAS, antes de começar a fazer os exercícios.

PARA FACILITAR siga o pequeno roteiro  da reelaboração:

  • LER
  • LER EM VOZ ALTA
  • GRIFAR – só as partes mais importantes do texto
  • ESCREVER – PODE SER COM AS SUAS PALAVRAS OU COPIADAS DO LIVRO.
  • RELER O QUE ESCREVEU E FAZER OS EXERCICIOS

 

Importante: essa técnica só funciona se todos os passos forem usados juntos. Sozinhos eles não ajudam quase nada!!

 

Técnica de estudo 2

Mapa conceitual ou mapa mental

Como fazer?

Primeiro você localiza a ideia central do conteúdo, o foco temático de onde estão todas as outras referências, conceitos e palavras. Ele pode ser um desenho ou uma palavra que sintetize a ideia. Deve estar situado no centro da folha.

Depois pense sobre as divisões mais importantes derivadas do tema e através de setas, balões, desenhos, etc. Complete o mapa destacando as ideias principais e secundárias.

 

  • Dica: para conseguir essa divisão, fica mais fácil se tentar elaborar respostas para as seguintes perguntas: Quem? Quando? Qual? Onde? Como? Para quê? Por quê? Escreva as respostas para essas perguntas ao redor do foco temático, em cores diferentes.

Importante: o mapa conceitual ou mental deve proporcionar, em primeira análise a identificação do FOCO (tema central) e suas ideias principais e secundárias. Deve ter aparência agradável, mas, a beleza estética não pode tomar grande parte do tempo do estudo.

 

Técnica de estudo 3

Bilhetinhos (post it)

 Como fazer?

Escolha algumas informações que precisa memorizar e fixe nas paredes do seu quarto, no espelho do banheiro, porta do armário etc.

Esses bilhetinhos podem ser usados depois para ajudar a “tomar a matéria” na hora de estudar para a prova.

 

 Técnica de estudo 4

Exercícios

Fazer exercícios e praticar aquilo que se entendeu em aula faz parte do processo de APRENDIZAGEM.

O exercício deve ser feito após a utilização  de uma das técnicas apresentadas. Nunca deve ser deixado de lado, ou para outro dia, ou menos ainda, para antes da prova.

Solucionar é diferente de resolver!

 

1ª etapaSOLUCIONAR

  • Entender o que o exercício esta perguntando. ( Nesta etapa entra a intepretação de texto).
  • Pensar, a partir do que o exercício pede os dados que se tem, e qual caminho percorrer.
  • Perceber e entender qual técnica utilizar.

2ª etapaRESOLUÇÃO

AÇÃO –  colocar em prática, aplicando a fórmula ensinada pelo professor.

Muitas vezes, NÃO CONSEGUIMOS REOLVER PORQUE NÃO COMPREENDEMOS O QUE ESTÁ SENDO PEDIDO PELO PROBLEMA.

  • Dica: Tire as suas dúvidas com o professor deixando claro suas dificuldades.

Ex: – Entendi o  que está sendo pedido no exercício, mas, não sei fazer a operação para chegar na resposta.

Ex: – Sei fazer as operações, mas, não sei aplicar as fórmulas.

Quanto mais clara for sua pergunta mais fácil do professor atingir o alvo da dúvida.

  • Dica: Procure resolver exercícios com graus diferentes de dificuldade.

 

Sugestão para elaboração de uma tabela de estudo

 

Tabela de Estudo

2ªfeira 3ªfeira 4ªfeira 5ªfeira 6ªfeira Sábado Domingo

Matemática

Ciências Gramática Literatura Geometria Livre! Livre!
História Inglês Geografia Arte Espanhol Livre!

Livre!

 

Confeccione sua tabela de estudo e fixe em um lugar bem visível. Assim facilita a organização do seu tempo.

 

Lição do dia deve ser feita no dia!!!

A realização das tarefas escolares pode ser considerada como horas de estudo diárias.

A tabela direciona o que deverá ser revisto naquele dia, assim, durante a semana você consegue revisar todas as disciplinas, garantindo um aprendizado contínuo.

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *